Como Este Livro Foi Feito

 O filósofo Pierre Lévy e Françoise Trapenard, Presidende da Fundação Telefônica

 

Em 22 de agosto de 2012, uma equipe de profissionais, escritores e editores se reuniu para colaborar, escrever e publicar um livro em um período de 48 horas. Às 11h, da manhã de 22 de agosto de 2012, começava o R.I.A. Festival. No mesmo momento, uma equipe multidisciplinar de profissionais da Fundação Telefônica e escritores e editores da Obliq/Pressbooks se reuniam virtualmente, através da web e principalmente das redes sociais, para começar a escrever e produzir um livro que representaria o registro do evento e incorporaria no próprio processo editorial, além de inovação e colaboração, conceitos de reflexão, interação e ação, temas principais discutidos durante o evento.

As histórias contadas nesse livro também seriam escritas em paralelo, ao vivo, através da participação de dezenas de vozes no Twitter. O fluxo de comentários na rede de microblogs, na qual, durante parte do dia, a hashtag #riafestival esteve entre os assuntos mais comentados, representa uma espécie de termômetro do evento.

Em paralelo ao evento, a produção do livro foi iniciada e publicada on-line para permitir que os leitores pudessem assistir às história se desdobrarem e as apresentações de ideias, sugestões e contribuições em todos os participantes locais e remotos do evento. À medida que as palestras eram concluídas, uma equipe de editores acompanhava e registrava, on-line, a postagem de tweets, fotos e vídeos, nas redes sociais, enquanto, a partir do roteiro e da apresentação dos palestrantes, eram produzidos e editado os textos, concatenando ideias, dando à luz, os originais de um livro “beta”.

Em 22 de setembro (às 11h, é claro), o livro final está disponível tanto para impressão sob demanda (versão PDF) como na versão digital para leitura em iPhone e iPad.

Durante o evento, foi emblemática a resposta de Pierre Lévy à pergunta (recebida através do Twitter) sobre como o filósofo belga enxergava o livro em cinco anos. Respendeu Lévy:

No futuro, o texto será navegado em formatos de hipertexto. O texto estará dentro do hipertexto.

As ferramentas digitais já imprimiram um enorme impacto sobre o processo de escrita e leitura. Estamos acostumados a pensar em texto escrito para as telas, como blogs, como plataformas de publicação instantâneas: o ato de tornar público a escrita é tão simples como clicar um botão, literalmente, marcado “Publicar”.

É assim que RIA Festival 2012, o livro,  foi produzido. A escrita digital também é projetada como um ambiente colaborativo: profissionais, escritores, editores, designers, palestrantes, tuiteiros, leitores e até mesmo a audiência geral do evento, estão todos convidados a participar na criação de um documento de registro completo.

Ente livro também poderá ser lido on-line, em https://riafestival.pressbooks.com, e na versão EPUB (E-Book).

 

License

Como Este Livro Foi Feito Copyright © 2012 by Fundação Telefônica. All Rights Reserved.

Feedback/Errata

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *